quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Samba-enredo 2014 da UNIÃO IMPERIAL



ENREDO: "Sou marapé, sou canção... E quem disser que aqui não tem, é porque não conhece esse chão!"
COMPOSITORES: Ala de Compositores da União Imperial.

SOU UNIÃO IMPERIAL
SOU VERDE E ROSA DOA A QUEM DOAR
TENHO UM "QUÊ" DE MANGUEIRA
MINHA ÁGUIA GUERREIRA
COM MUITO ORGULHO MARAPÉ ATÉ MORRER


VEM DO CÉU
A LUZ DIVINA DA INSPÍRAÇÃO
A POESIA EM FORMA DE CANÇÃO
QUEM DISSER QUE NÃO TEM
NÃO CONHECE ESSE CHÃO

O ÍNDIO BATIZOU DE PERABÉ
E A VILA VIROU MARAPÉ


O POVO QUE HABITA É MAIS CONTENTE
E LEVA A VIDA DE UM JEITO DIFERENTE
CENÁRIO CIRCUNDADO PELO MORRO
DESPERTA UMA PAIXÃO QUE NÃO TEM FIM
GERMINOU A SEMENTE DA MÃO DO TRABALHADOR
E COM O TEMPO O COMÉRCIO SE ESPALHOU
MESMO QUANDO A CHUVA CASTIGOU
A COMUNIDADE NÃO TE ABANDONOU

TEM, TEM, TEM CRIANÇADA PRA LÁ E PRA CÁ
A BRINCADEIRA NÃO PODE PARAR
NO TOQUE DO TAMBOR DA BATERIA
O 37 É O BONDE DA ALEGRIA


SÃO JUDAS ABENÇOA COM SEU MANTO
A PROCISSÃO TEM SEU ENCANTO
SAUDADE MORA NO MEMORIAL
RELUZ O TALENTO DO ARTISTA
A CIGANA, O MALANDRO E O VELHO ARTESÃO

BOTA O TEMPERO QUE A RODA ESTÁ FORMADA
NO FUNK O PANCADÃO É PRA VALER
RUA DO SAMBA SE FAZ MARCA REGISTRADA
E DAS DENGOSAS NÃO SE PODE ESQUECER
NO ESPORTE SEMPRE NASCE UM CAMPEÃO
NESSE BAIRRO ONDE O AMOR
FAZ DO AMIGO UM IRMÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário